Site info

Loading

Dell e o Notebook na era 3G




O presidente da Dell no Brasil, Raymundo Peixoto, afirmou que a empresa está negociando com operadoras de telefonia locais a possibilidade de embarcar placas de acesso móvel de dados de terceira geração (3G). Esses componentes permitiriam o acesso à internet por notebooks sem a necessidade de uso de um modem externo. (Por outro lado, dependendo de como seja instalado, o chip pode criar um vínculo demasiado forte entre o dono do notebook e a operadora; por exemplo, a Dell poderia instalar o chip em compartimento interno, cuja abertura acarretasse nulidade da garantia. Se houver algum vínculo contratual entre o dono do notebook e a operadora 3G, o natural seria que houvesse algum tipo de subsídio, como ocorre com telefones celulares. Vale lembrar ainda que, tal qual nos celulares, seria possível, se a Dell assim quisesse, instalar chips 3G desbloqueados, deixando para o dono a opção pela melhor operadora 3G).

Estamos discutindo no Brasil a possibilidade de embarcar um chip 3G aos nossos notebooks, afirmou o gerente de marketing de produto da companhia, Sidnei Shibata. Segundo Peixoto, nos EUA e em alguns países da Ásia, esses componentes já são embarcados nos computadores portáteis da empresa. (Desde julho de 2007 a Fujitsu disponibiliza máquinas com 3G embutido; no Brasil, tanto a HP como a Microboard já anunciaram iniciativas semelhantes).

A empresa, porém, não quis divulgar com que operadoras estaria negociando o serviço, nem o prazo estimado para que comece a oferecê-lo a clientes. Mas estamos tentando trazer o serviço para o país o mais rápido o possível, afirmou Shibata.

Hoje a Dell lançou sua nova linha de notebooks corporativos, denominados Latitude E. No total, são sete novos aparelhos, entre ultraportáteis e aparelhos com alto grau de durabilidade.

Sobre a produção de uma versão de subnotebook no Brasil, Peixoto foi categórico ao afirmar que a empresa ainda não tem nenhum plano para o país. “Estamos avaliando, mas até agora não há nenhuma decisão sobre esse tipo de produto”, afirmou. (O subnotebook em questão seria o Dell E Mini; se fabricado no Brasil, o Dell E certamente terá um preço mais acessível do que se for importado).

Subnotebooks são uma categoria nova de notebooks cujas características principais são o pequeno tamanho de tela, baixo custo e configuração mais simples, indicada principalmente para acesso a internet e funções básicas. (O pioneiro desse segmento de subnotebooks foi o Asus Eee, lançado no final de 2007, que foi seguido por diversos modelos como o HP 2133, o Acer Aspire One e o Lenovo Ideapad S10).

Fonte: O Globo.

.

Related Posts with Thumbnails