Site info

Loading

CeBIT � vitrine para softwares e servi�os brasileiros

Empresas de mais de 70 pa?ses mostrar?o inova??es em todos os ramos de trabalho e da vida digital. Foto: Divulga??o

Empres?rios brasileiros tem boas expectativas de neg?cios na feira na Alemanha
Foto: Divulga??o

Empres?rios brasileiros da ?rea de Tecnologia da Informa??o e Comunica??o (TIC) veem a CeBIT, maior feira mundial do setor, que vai at? s?bado em Hannover, na Alemanha, como vitrine para softwares e servi?os nacionais. A feira promete boas oportunidades de neg?cios para empres?rios do setor de inform?tica que atuam em diversos pa?ses.

Al?m de proporcionar o interc?mbio de conhecimentos em TIC, expositores brasileiros consideram a feira uma importante vitrine para mostrar softwares e produtos desenvolvidos no Brasil com grandes chances de conquistar mercados no exterior.

Mesmo sem fazer estimativas em valores, o representante da comitiva de 15 empres?rios brasileiros que participam da feira, Jos? Ant?nio Antonioni, afirma que as expectativas com a CeBIT 2011 s?o ainda melhores do que em anos anteriores.

Antonioni ? diretor-presidente da Associa??o Rio-Grandense de Apoio ao Desenvolvimento de Software (Softsul), entidade que, juntamente com a Associa??o para Promo??o da Excel?ncia do Software Brasileiro (Softex), promove a participa??o brasileira na feira de Hannover.

"Sabemos que a situa??o econ?mica da comunidade europeia ainda ? delicada, mas o contexto atual ? outro. Al?m disso, tamb?m teremos aqui grandes oportunidades com pa?ses emergentes, que apresentam demandas crescentes na ?rea de tecnologia", disse. Ele conta que logo nas primeiras horas ap?s a abertura da feira, expositores brasileiros fecharam parceria com representantes mexicanos.

Produtos nacionais
Entre os produtos brasileiros expostos na CeBIT que prometem fazer sucesso est? o programa Digital Recording System (DRS). Totalmente desenvolvido no Brasil, o sistema permite a grava??o em ?udio e v?deo de audi?ncias e vem sendo usado pelo Poder Judici?rio brasileiro h? pelo menos tr?s anos, substituindo a taquigrafia. A vantagem, como explica Antonioni, ? localizar com mais rapidez, por exemplo, trechos de depoimentos.

"Este ? um programa consagrado no Brasil e que j? foi exposto para outros pa?ses, inclusive do Oriente M?dio", diz. O Brasil tamb?m traz para a exposi??o ferramentas diversas, como a que realiza a convers?o de informa??es armazenadas em linguagem de tecnologia mais antiga para outras mais modernas a custo reduzido. Tamb?m est? sendo apresentado um aplicativo que permite o acesso a variados bancos de dados por meio de telefones celulares, dando maior agilidade a atividades empresariais.

Participa??o na CeBIT
Este ? o 12? ano consecutivo que o Brasil traz estandes para a CeBIT, que nesta edi??o completa 25 anos. A participa??o brasileira tem o suporte da Hannover Fairs do Brasil, subsidi?ria no pa?s da operadora alem? de feiras Deutsche Messe, e o apoio dos governos federal e do Rio Grande do Sul. Dos 15 representantes brasileiros, seis s?o ga?chos.

Cerca de 4,2 mil expositores participam da CeBIT 2011. No ano passado, a feira recebeu 334 mil visitantes e gerou mais de 6,2 milh?es de contatos para neg?cios.

Porto Alegre sediar? encontro
Entre os dias 10 e 12 de maio deste ano, Porto Alegre vai sediar a primeira feira Business IT South Am?rica (BITS), encontro com a chancela da CeBIT. O evento ser? voltado para o mercado brasileiro e dever? receber entre 8 mil e 10 mil visitantes de todo o Cone Sul. A Hannover Messe aposta que a feira ser? a mais importante plataforma para a ind?stria de TI e telecomunica??es em toda a Am?rica do Sul.

J? h? a confirma??o de expositores nacionais, como Alfam?dia, Neogrid, Human Mobile e Advanced IT, quanto globais, como Cisco, Dell, Altitude e Fujitsu.

.

Related Posts with Thumbnails