Site info

Loading

NVIDIA: tablets com Android precisam de menor preço, aplicativos e marketing

Os tablets são os gadgets do momento, mas não há como negar: o iPad, da Apple, é a preferência da maioria dos consumidores. Os tablets com Android, por sua vez, estão cada vez mais com uma variedade maior de modelos, mas registram vendas abaixo do esperado. É o que aponta Jen-Hsun Huang, CEO da NVIDIA.

O executivo deu uma entrevista recentemente à CNET, onde tratou do assunto. De acordo com Huang, um dos problemas do baixo volume de vendas é a falta de estratégias de marketing adequadas e, diretamente ligado a este fator, os preços elevados desses equipamentos. Estes são pontos em que a Apple mostra a sua força: foi o lançamento do iPad que “abriu os olhos” do mercado para o segmento de tablets, fazendo com que as atenções ficassem bastante centradas em seus produtos. Além disso, a empresa consegue oferecer preços razoáveis aos consumidores.

E não é difícil entender o porquê: boa parte das vendas da Apple é realizada em sua própria rede de distribuição, fazendo com que a companhia tenha menos gastos com repasse de receita a empresas parceiras, fato que, naturalmente, reflete no preço de seus produtos.

Motorola Xoom

Xoom: a aposta da Motorola para o mercado de tablets

A falta de aplicativos para tablets com Android também foi outro fator apontado por Huang, que divide esta opinião com Sanjay Jha, CEO da Motorola Mobility. Não é por menos que esta última esteja preocupada: o Motorola Xoom fechou o mês de abril de 2011 com 250 mil unidades vendidas, muito longe da quantidade de tablets que a Apple comercializou na semana de lançamento do iPad 2: 1 milhão.

A consolidação da plataforma Android neste segmento interessa e muito à NVIDIA: a companhia é responsável pelo chip Tegra 2, que equipa boa parte dos tablets com Android 3.0 disponíveis atualmente.

Referência: CNET News.

.

Related Posts with Thumbnails